Sistema Fecomércio RN apresenta projeto de cidades inteligentes à comitiva alemã

Um conjunto de ações que deverá unir o setor privado, gestores públicos, universidades e entidades de formação profissional em torno de iniciativas inteligentes e na área de internet das coisas, envolvendo segurança, saúde, mobilidade urbana, educação, turismo e desenvolvimento sustentável. Este é o resumo da mais nova parceria que o Sistema Fecomércio RN está costurando com a Alemanha, por meio do estado da Renânia-Palatinado. O novo projeto de cooperação, leva o nome de RN Inteligente e tem a parceria da Prefeitura de Natal, Instituto Metrópole Digital (UFRN), Fiern e Sebrae.

Para apresentar o RN Inteligente, o presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz, recebeu

nesta terça-feira (17), uma comitiva de autoridades alemães no Hotel-Escola Senac Barreira Roxa, que conheceram as instalações no equipamento. O grupo participa do Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EEBA 2019).

“O RN Inteligente é fruto da nossa última missão ao estado alemão, no qual nos foi apontada essa oportunidade de inserir a tecnologia no dia a dia, em diversos segmentos. Para isso, foi necessário a realização de um estudo por nossa equipe técnica, junto com os parceiros que se identificam com o assunto. Dessa forma, nasceu o RN Inteligente e esperamos que o governo da Renânia nos ajude a colocar em prática mais esse projeto”, comentou o presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz, que fez questão, ainda, de destacar o papel fundamental do cônsul honorário da Alemanha no RN, Axel Geppert, nos entendimentos.

A apresentação do projeto foi feita pelo diretor Regional do Senac RN, Raniery Pimenta, que afirmou que o projeto é uma pré-proposta, podendo passar por aperfeiçoamento e melhorias, sugeridas tanto pelos parceiros potiguares, como pelo governo alemão.

“O Rio Grande do Norte tem espaço para a execução desse projeto e contamos com o apoio do poder público, academia, entidades de formação profissional e iniciativa privada. Já existem parcerias, como o Projeto Verena, formação profissional, intercâmbio de conhecimentos e inovação, dentre outros”, comentou Raniery.

O objetivo do RN Inteligente é estabelecer a cooperação técnica com a Renânia-Palatinado sobre as cidades inteligentes e a internet das coisas, com foco em áreas dos setores de comércio, serviços, indústria e administração pública, visando promover o crescimento econômico da sociedade.

A ideia é trabalhar três eixos: Formação Profissional, com o desenvolvimento de competências sobre as Cidades Inteligentes focadas em diversas áreas; Produzir e intercambiar conhecimentos e tecnologias, como transferência de tecnologia, intercambio de startups e desenvolvimento de pesquisas acadêmicas e científicas, algo que já existe entre a UFRN e a Technische Universitat Kaiserslautern); e o último eixo, Desenvolvimento de Mercados, para criar novos mercados, aperfeiçoar os já existentes, destacando a sustentabilidade ambiental, aprofundar o mercado de controle de ambientes, segurança pública e transito seguro e inteligente.

Os representantes do estado da Renânia-Palatinado ficaram satisfeitos com a apresentação e irão tratar do assunto com as autoridades alemãs. A Renânia-Palatinado é estado-modelo de uso de inteligência artificial, levando em consideração o uso da tecnologia na otimização de processos diversos, além de ter o governo incentivador de uso dos instrumentos tecnológicos.

Participaram da reunião o cônsul honorário da Alemanha no RN, Axel Geppert; Andreas Döhle, consultor a longo prazo da Câmara de Comércio de Trier (EIC Trier); Jürgen Weiler, coordenador do Departamento de Cooperação Internacional e Marketing do Ministério da Economia do Estado da Renânia-Palatinado; Matthias Fuchs, coordenador de projetos da EIC Trier; Nathalie Hanner, do Departamento de cooperação internacional e marketing do Ministério de Economia do estado da Renânia-Palatinado; Roland Kubiak e Thorsten Pollatz, diretor e chefe do Departamento de Inovação da RLP AgroScience, instituição estadual de pesquisa da Renânia-Palatinado; além de representantes da Fiern, Prefeitura de Natal, Sebrae, UFRN – Instituto Metrópole Digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *