26% dos brasileiros esperam viajar após o fim da quarentena

Para saber as expectativas de viagens dos latinos para 2020 e 2021, o Viajala fez uma pesquisa com três mil usuários da plataforma em seis países: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México e Peru. Segundo o levantamento, os brasileiros afirmam ter sido os mais afetados, já que 75% dos entrevistados deixaram de fazer ao menos uma viagem devido à pandemia. Entre os mexicanos, o número foi de 71%. Nos outros países analisados, a média foi de 56% de desistência ou impossibilidade de embarcar. 
 
O cenário de viagens domésticas é mais incerto para argentinos, colombianos e chilenos, pois 40% dos entrevistados responderam não ter ideia de quando poderão voltar a viajar dentro de seus próprios países. Já os brasileiros são os mais seguros quanto a isso: apenas 27% declararam não saber quando voltarão a viajar no Brasil, enquanto 26% afirmaram que o farão assim que a quarentena acabar. 

Em relação às expectativas para viagens internacionais, os usuários do México, Brasil e Colômbia são os mais preocupados, uma vez que mais de 60% deles declararam não saber quando voltariam a viajar para fora do país.  

As viagens nacionais são, em teoria, mais garantidas por serem mais curtas, mais baratas e porque, devido ao cenário, podem ser organizadas mais em cima da hora, sem tanta antecedência. Mesmo assim, é preciso cautela na hora da compra, empurrando os planos para o mais tarde possível no segundo semestre e reservando viagens que permitam cancelamento ou alteração gratuitos, para evitar dor de cabeça caso não dê certo”, afirma a diretora de Comunicação do Viajala, Luísa Dalcin. 

Fonte: Panrotas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *