Brasil terá portal de investimentos em turismo até o final do ano, afirma Ministério do Turismo

O secretário Nacional de Atração de Investimentos, Parcerias e Concessões do Ministério do Turismo, Lucas Fiuza, anunciou nesta quarta-feira (30.09), o desenvolvimento de um portal de investimentos para o país. A ideia é que a nova plataforma, que deve ficar pronta até o final do ano, consiga concentrar os projetos que chegam à Pasta, além de fazer o mapeamento e facilitar a comunicação entre os investidores e empreendedores. A declaração foi feita em live, realizada na ABAV Collab, sobre atração de investimentos para o setor no Brasil.

“Nós não podemos abrir mão de usar a tecnologia neste tema, principalmente com um país de escala continental como o nosso. Vamos concentrar num mesmo hub eletrônico uma biblioteca digital para nossa análise, vamos conseguir gerar dados que nos proverão informações para a definição de políticas públicas e identificação de gargalos que precisam ser melhorados, além de aprimorar a comunicação investidor/empreendedor/poder público. Estamos bem animados com esse projeto”, concluiu Fiuza.

Além do assunto, a live abordou temas como a captação e a atração de investidores para o país, principalmente para o setor de Turismo. Sobre isso, o Ministério do Turismo recebeu o presidente do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Sérgio Gusmão, que destacou a importância de se criar um espaço atrativo e adequado para os investidores.

“Tudo tem muita relação com o ambiente que se cria, o ambiente de negócios, o ambiente de atração de investimentos e de turistas. Nós somos um país que temos um potencial turístico gigantesco e precisamos, agora, trabalhar isso, ter a infraestrutura adequada, ter a facilitação de trânsito, entre outros. Os desafios são enormes, mas que precisam ser encarados. O sistema nacional de fomento está pronto para atender sobretudo nesse momento de pandemia” concluiu.

O Ministério do Turismo vem trabalhando em uma série de ações para que o setor volte a ter sua contribuição à economia e à geração de emprego e renda no país. Uma dessas medidas inclui a atração de investimentos para desenvolver o turismo nacional e o fomento a atividades do setor, por meio de iniciativas que não só despertem o interesse do Brasil, mas também proporcionem acesso a financiamentos que permitam a manutenção de atividades.

Fonte: Site Ministério do Turismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *