Quase 70% dos turistas que chegaram ao RN de avião em 2021 visitavam o estado pela primeira vez

Dados são de boletim da Emprotur divulgado nesta segunda-feira (21).

Quase 70% dos turistas que desembarcaram no Rio Grande do Norte pelo aeroporto de São Gonçalo do Amarante em 2021 visitavam o estado pela primeira vez.

Isso é o que aponta um boletim divulgado pela Empresa Potiguar de Turismo (Emprotur) nesta segunda-feira (21) e que serve para tomada de decisão de empresários e gestores públicos do setor.

De acordo com o levantamento sobre o perfil do turista potiguar, que teve como foco o meio de transporte usado pelos visitantes, 67% dos passageiros de avião que chegaram ao estado para fazer turismo não conheciam o estado. O principal destino deles era a capital potiguar, Natal.

Para o diretor-presidente da Emprotur, Bruno Reis, os números significam promoção efetiva nos principais mercados emissores. “Esses turistas vem e a tendência é que voltem para outras experiências e compartilhem e inspirem outros potenciais viajantes”, diz.

Abdon Gosson, presidente da Associação Brasileira da Indústrias de Hotéis no RN (ABIH-RN), também considera que a chegada de novos turistas é resultado da divulgação do destino.

“É um dado extremamente positivo. Nosso destino foi um dos mais procurados em 2021, mas ainda não foi o mais vendido, porque infelizmente nossas passagens ainda são muito caras na comparação os estados vizinhos. Não fosse isso, o número de visitantes seria muito maior. O destino está sendo bem divulgado e também temos um reflexo da pandemia, com o brasileiro mais dentro de casa, com mais dificuldade para viajar para o exterior. Quem vem gosta”, afirma.

O levantamento também aponta que a maioria desses turistas ficaram em hotéis, enquanto os turistas que chegaram ao estado de carro preferiram as pousadas.

O principal destino dos turistas que usaram carro para chegar ao estado foi a praia da Pipa, em Tibau do Sul.

Ponta Negra, em Natal, e a praia da Pipa são os dois destinos mais procurados tanto pelos turistas que usaram carros alugados como pelos que usaram carros próprios, incluindo, nesse caso, o turista local. Mas a lista dos 10 principais destinos variou de acordo com o tipo de veículo.

“Por trás dessas diferenças de comportamento e preferências, há outras características deste viajante. No caso dos que viajam dentro do RN utilizando carro alugado, 80% desse público chegou ao estado de avião, sendo a maioria das regiões Sudeste, Centro Oeste e Sul, com uma permanência média maior, o que provavelmente influencia as decisões a respeito dos atrativos que desejam desfrutar”, diz o relatório.

Créditos: G1 RN

Foto: Marcelo Barbosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *