ABIH-RN se reúne com poder público para discutir situação da praia de Ponta Negra

Pensando em buscar soluções para problemas relacionados a praia de Ponta Negra, a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio Grande do Norte (ABIH-RN), reuniu nesta segunda-feira (02), associados e entidades representativas do poder público.

O encontro aconteceu na sede da associação e contou com a participação da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU), Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (SEMURB), Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SEMSUR), Secretaria Municipal de Turismo de Natal (SETUR), Corpo de Bombeiros, Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN), Polícia Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal e Urbana.

A reunião teve como principal pauta a fiscalização, ordenamento e policiamento nas áreas turísticas da cidade, com foco em Ponta Negra. O presidente da associação Abdon Gosson, falou sobre a importância de unir esforços de todos os setores.

“O corredor turístico deve ser prioridade para o poder público, somos a principal indústria de emprego e renda do Rio Grande do Norte. Quando o turista chega ao estado ele quer segurança, conforto, ser bem recebido e é nosso dever proporcionar isso ao viajante. Para isso precisamos de todos os senhores, a cidade precisa estar limpa, bem iluminada, segura, e visualmente agradável”, afirmou o presidente.

O secretário de turismo de Natal, Fernando Fernandes, destacou o trabalho que vem sendo desenvolvido por sua gestão. “Temos nos dedicado a buscar soluções para o corredor turístico, mas é fundamental que a sociedade tenha consciência que cada um tem responsabilidade por manter a cidade limpa, entre outras ações individuais que impactam na coletividade”, disse o secretário.

Cada instituição se comprometeu em intensificar as fiscalizações e apresentaram o que já vem sendo feito.
O secretário da SEMSUR, Irapoã Nóbrega destacou o trabalho de iluminação, fiscalização e limpeza dos canteiros realizados na região.

Rubens Ciro, gerente operacional da Urbana destacou o trabalho realizado na região, “estamos executando uma limpeza diferenciada, temos garis nos três expedientes fazendo a limpeza. Possuímos Ecopontos para coletar os outros tipos de materiais, restos da construção civil, poda, materiais estes que não são de responsabilidade da Urbana. Vale ressaltar que jogar lixo na rua é crime ambiental”. As denúncias podem ser feitas pelo telefone 3616 9829. Já o Ecoponto de Ponta Negra, fica localizado na Av. Praia de Muriú, Vila de Ponta Negra, próximo ao centro espírita.

Leonardo Almeida, Supervisor Geral de Fiscalização Ambiental da Semurb apresentou algumas ações que a pasta vem desenvolvendo na região, “estamos realizando a identificação dos terremos baldios, mapeamento da orla, plano de ordenamento, estamos cadastrando todos os quiosqueiros, para que estes recebam coletes, crachás de identificação, além de treinamentos de boas práticas, além de um trabalho constante para que seja evitada a atividade de ambulantes”.

Ewerton Rafael Medeiros Siqueira, Gerente de Operações e Manutenção da Caern, ressaltou o problema das ligações clandestinas realizadas na região, e o descarte de óleo que os quiosques realizam, prejudicando as ligações, “as ligações clandestinas e descartes de óleos fazem com que as ligações fiquem sobrecarregadas, aproveito aqui a oportunidade para divulgar nosso canal de atendimento, que funciona 24h, o número 115. Nossa sugestão é aumentar a capacidade elevatória, há 1 ano, realizamos serviço na estação elevatória de esgoto da Erivan França, trocando por bombas maiores e mais modernas”.

Na área da segurança, o major Marcio Lima, comandante da CIPTur Polícia Turismo, ressaltou que a Polícia Militar intensificou as rondas nas áreas críticas como o deck, “hoje o policiamento é realizado de bicicletas e a pé. O efetivo é pequeno, são 4 viaturas por dia. Nossa sugestão seria aumentar as diárias operacionais, e aumentar o efetivo para poder dá uma maior cobertura. Um ponto crítico do nosso turismo era o Forte dos Reis Magos e podemos dizer que hoje, não registramos mais nenhuma ocorrência, devido à presença diária da polícia no local”.

Ricardo Lemos, chefe de investigação da Polícia Civil, ressaltou o trabalho realizado pela polícia, esta de competência investigativa, onde nos últimos 2 anos conseguiu devolver aos turistas mais de 400 celulares que haviam sido roubados. “Estamos diariamente zelando pela proteção dos nossos turistas, hoje nossa maior preocupação é a área do Morro do Careca, os turistas são assaltados constantemente na região, cerca de 90% dos Boletins de Ocorrência registrados pela Delegacia do Turista são na área do Morro. Realizamos um trabalho na região e conseguimos detectar 4 menores, mas o mandato de prisão não foi dado pelo juiz. Precisamos dá continuidade ao trabalho. Nossa sugestão para que possamos evitar os assaltos seria uma cerca proibindo a passagem para o Morro do Careca, como forma de tentar diminuir essas ocorrências”.

O presidente da ABIH-RN, Abdon Gosson, agradeceu a presença de todos e entre os encaminhamentos estão, o compromisso da continuidade das ações apresentadas, criação de ações educativas para a população e turistas, e desenvolvimento de ações nas áreas turísticas para os meses de alta temporada.

Participaram da reunião além dos hoteleiros associados, o secretário de Turismo de Natal, Fernando Fernandes; Representando a STTU, Tacio Cavalcanti e Carlos Milhor, Diretor do Departamento de Engenharia de Trânsito; pela SEMURB, o secretário Thiago Mesquita, Leonardo Almeida, Supervisor Geral de Fiscalização Ambiental e Gustavo Szilagyi, Supervisor de Fiscalização Ambiental; o secretário da SEMSUR, Irapoã Nóbrega; representando o Corpo de Bombeiros, Major Gleidson e tenente Bari; CAERN, Ewerton Rafael Medeiros Siqueira, Gerente de Operações e Manutenção Natal Sul; Polícia Militar, Major Marcio Lima, Comandante CIPTur Polícia Turismo; Polícia Civil, chefe de investigação, Ricardo Lemos dos Prazeres e Mário Luiz Pérsico de Almeida; Guarda Municipal, Inspetor Franklim; e Rubens Ciro, gerente operacional da Urbana.

Fonte: ABIH-RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *